Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘divagações’

Calmaria

Aprendi a apreciar a calmaria que vem antes da tempestade, da mesma forma que aprendi a amar e temer as tempestades.

Se o silêncio se prolonga, é para prestigiar o primeiro trovão.

Read Full Post »

E só.

Muito se fala sobre a solidão.
Mas o sentido mais profundo (e doloroso) da solidão está além das palavras. Quem o conhece sabe que não vale a pena tentar encontrar para ele palavras, pois no fundo sabe que não há realmente a quem dizê-las…

Mas é sempre bom lembrar nestas horas que somos responsáveis por nossas escolhas.

Read Full Post »

Acho que nos últimos três dias, e curiosamente na mesma casa em que aprendí esta lição pela primeira vez, redescobri o significado da dádiva (e muitas outras coisas sobre mim mesmo).

Só precisava deixar isso registrado.

É.

Read Full Post »

No outro rochedo.

Sentado no mesmo quarto da mesma casa onde nasceu este blogue em 2007, me perco pensando em tudo que aconteceu antes, e depois, do dia em que este blog nasceu. Relendo suas páginas, relembro de tantos acontecidos e escritos que já me escapavam da vista e da memória, e fico com a sensação intensa de que se algum dia conseguir escrever algo tão surreal quanto minha própria vida, poderei me dar por muito satisfeito.

Enquanto não chego lá, faço o que posso para escrever histórias encantadas…

Read Full Post »

Da mesma forma que a vida dá suas voltas, a gente sempre acaba tropeçando de novo em velhos escritos. Ontem, fazendo uma pesquisa em velhos escritos em busca de algumas pontas soltas, me deparei de novo com a quarta parte de minha “fábula-em-capítulos” O Cavaleiro e o Dragão (aqui). Se já a achava mal escrita antes, hoje a acho ainda mais sofrível em seu contar. Mas a história que conta continua falando ao menos comigo (se não falar com mais ninguém). Acabei achando algumas conexões entre aquele texto e o que escrevi ontem. Os motivos me são mais do que óbvios, embora creio que não fariam sentido para ninguém mais além de mim.

Tenho muito mais a escrever hoje.

Read Full Post »

Sonhos realizados são libertadores. Completas surpresas são encantadoras.
E tudo isso também pode estar completamente errado.

Mas as coisas são o que são, principalmente quando a gente não pensa nelas.

Read Full Post »

Não tenho mais tanto tesão pelas multidões. Me incomoda quando fazem ruído demais e me afastam da outra multidão, esta muito mais querida, que vive dentro de mim. Muito mais me agradam as raras companhias que conversam comigo nos meus mundos do que o mergulho naquele mundo lá fora que, por encantador que seja, por vezes só me afasta de mim.

Read Full Post »

Older Posts »